Rebeldias do Mês – dezembro/2018

Prêmios lúdicos confirmam nomes fortes

Este jogo de faroeste foi um dos mais aguardados de 2018

Os prêmios dedicados aos jogos  em 2018 tiveram “barbadas” e nomes conhecidos, o que não significa necessariamente falta de inovação, mas talvez um mercado bem competitivo e maduro. Sobre a mesa, Azul coleciona admiradores desde muito antes de ser premiado em Essen e deve marcar o ano. Em meio eletrônico, a concorrência é mais plural, mas lançamentos esperados de marcas conhecidas deram o tom ao ano: God of War, Red Dead Redemption 2 e Super Mario Odissey são exemplos significativos.

Compilamos  abaixo, com a abordagem plural típica da REBEL,  algumas premiações lúdicas deste ano:

 

Concurso Jogo do Ano ou equivalente Categoria Família ou equivalente Outros prêmios
As d’Or – O Ás de Ouro, do Festival Internacional dos Jogos de Cannes, premia jogos de sociedade Azul, de Michael Kiesling – Os jogadores combinam pedras preenchendo uma tabela. O tema de azulejos portugueses fez sucesso internacionalmente

 

Nom d’un renard (Outfoxed!), de Marisa Peña, Shanon Lyon e Colt Tipton-Johnson – jogo cooperativo de dedução Categoria “Expert” – Terraforming  Mars, de Jacob Fryxelius – sucesso entre os fãs brasileiros mesmo antes do lançamento pela Meeple BR.
Spiel des Jahres (apresentado na feira Spiel, em Essen, Alemanha, dedicada a jogos de sociedade) Azul, de Michael Kiesling – Esse grande sucesso já foi lançado no Brasil, pela Galápagos

Funkelschatz, de Lena e Günter Burkhardt – jogo de habilidade manual e tática

Die Quacksalber von Quedlinburg, de Wolfgang Warsch – jogo de construção de baralho
Rebeldias
(apresentado no V Fórum Acadêmico de Estudos Lúdicos)
“Melhor jogo de sociedade” – Die die DIE!, de Romulo Marques e Carlos Couto – jogo de dados com peteleco!

“Melhor Jogo Eletrônico” –
Sword of Yohh, de Rômulo Gomes, Otávio Imon, Cinthya Kikuchi e Lucas Stannis – combate para até quatro jogadores na mesma máquina

Mais sobre o Consurso Rebeldias em http://rebel.org.br/pt/concurso-rebeldias/
BAFTA (O prêmio da Academia Britânica de Cinema e TV tem uma categoria para jogos eletrônicos ) What Remains of Edith Finch, Giant Sparrow/Annapurna Interactive – Este  jogo de exploração tem uma narrativa muito elogiada Super Mario Odissey, Nintendo

Categoria “Game Design” – Super Mario Odissey, Nintendo
Brazil Game Awards

(jogos eletrônicos)

Red Dead Redemption 2 , Rockstar Games Super Mario Party, NDcube/Nintendo “Jogo Brasileiro do Ano” – Dandara, Long Hat House/Raw Fury

BIG Festival (jogos eletrônicos independentes) Frostpunk, 11 bit Studios – jogo de administração (civilização) “Melhor Jogo Infantil” – Fofuuu, Fofuuu Soluções – jogo de desenvolvimento fonoaudiológico “Melhor Jogo Brasileiro” – No Heroes Here, Mad Mimic Interactive
IGN (o portal de notícias sobre jogos eletrônicos indicou finalistas para jogo do ano) Indicados: Assassin’s Creed Odyssey, Astro Bot Rescue Mission, Celeste, Dead Cells, Forza Horizon 4, God of War, Marvel’s Spider-Man, Monster Hunter: World, Red Dead Redemption 2, Return of the Obra Dinn, Super Smash Bros. Ultimate e Tetris Effect A premiação também tem uma categoria voto popular

 

Indústria de jogos digitais cresce em todas as regiões

Imagem extraída do II Censo da Indústria Brasileira de Jogos Digitais

O 2º Censo da Indústria Brasileira de Jogos Digitais, patrocinado pelo Ministério da Cultura (MinC) e pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), mapeou o setor por meio de questionários aplicados no primeiro semestre de 2018.

Desde o primeiro censo, em 2014, o número de empresas desenvolvedoras identificadas passou de 142 para 375, um aumento de 164%. Dessas 375 empresas, 276 são formalizadas. Apesar de os estúdios ainda se concentraram no Sul e no Sudeste, as regiões Norte e Centro-Oeste foram as que apresentaram o maior crescimento proporcional. O censo está disponível neste endereço: https://nuvem.cultura.gov.br/index.php/s/mdxtGP2QSYO7VMz

REBEL institui categoria de associado estudante

Na assembleia geral de 24 de novembro, a Rede Brasileira de Estudos Lúdicos decidiu o  novo valor para a anuidade dos associados, válido a partir de 1 de janeiro: R$ 130. Decidiu-se pela criação da categoria estudante, que permite ao associado que comprovar vínculo com instituição acadêmica o pagamento de metade da anuidade.

Outra decisão da assembleia foi abrir a REBEL a sugestões de sede para o FAEL. Se sua escola, associação ou instituição dispõe de espaço e tem público interessado em nosso encontro cultural e científico, entre em contato enviando sua sugestão e responderemos!

Para se associar à REBEL ou renovar sua anuidade, visite o endereço http://rebel.org.br/pt/rebele-se. Pague por depósito em conta ou PagSeguro. Se precisa atualizar seus dados, por favor escreva para nós.

Festival Games for Change discute guerra cultural

O VI Festival Games for Change América Latina aconteceu de 30 de novembro a 8 de dezembro em diversos endereços de São Paulo. O evento, dedicado a jogos de impacto e cultura lúdica, teve nesta edição o tema “Conflitos globais, jornalismos locais”. Dois diretores da REBEL foram convidados a participar da programação: Ernane Guimarães Neto participou das mesas “Logos X Jogos: Roda de Conversa sobre Filosofia, Epistemologia, Transdisciplinaridade” (6.dez) e  “A notícia que virou jogo e a memória social” (30.nov). Nesta mesa, teve a companhia de Pá Falcão, que falou sobre o papel do lúdico na percepção da realidade. Pá também ministrou a oficina Jogos Analógicos para uma Cultura de Paz (7.dez). Registros do evento e mais informações: https://www.facebook.com/g4cal/

 

Lançamento

Arts – Special Issue “Gaming and the Arts of Storytelling”
MDPI

Esta revista digital, de acesso gratuito,  dedica-se em geral às artes visuais e performáticas. Os jogos digitais como meio são o foco desta edição especial: https://www.mdpi.com/journal/arts/special_issues/gaming_and_storytelling

Calendário

As festas de fim de ano fazem muitos eventos lúdicos ficarem concentrados neste fim de semana. Conseguirá o ludófilo participar de vários deles? Alguns destaques:

15.dez – 7a. Joga REBEL – Associados REBEL e amigos estão convidados a mais uma reunião social!  Vamos comemorar as realizações da associação em 2018 a partir das 15h. Se você não sabe onde será, pergunte a um associado ;^)

15.dez – Pré-inauguração JogaSampa – O evento ganhou lugar próprio.  A nova sede do JogaSampa define-se também como “loja física de jogos de Tabuleiros Modernos, RPG e Card Games”.  Das 12h às 20h na Alameda dos Anapurus, 1664, Moema – São Paulo. https://www.facebook.com/events/2210254315672037/

15 e 16.dez – Ressaca Friends 2018 – O universo dos animês é aqui representado em cosplay, bandas e dubladores, entre outras atrações. Centro de Eventos Pro Magno (Av. Profa. Ida Kolb, 513 – São Paulo). Sítio oficial:  https://ressacafriends.com.br/

16.dez – RPG Solidário – A iniciativa proporciona a experiência de jogos de interpretação para menores de idade em situação de risco social. Esta edição do evento é aberta a um público mais amplo e aos jogos de mesa em geral. Na Game of Boards (Rua Benjamin Constant, 48, Glória – Rio de Janeiro), das 10h às 17h. https://www.facebook.com/events/184798695759604/

16.dez – Lançamento de Sociedade NagôO aplicativo Sociedade Nagô – O resgate combina jogo virtual e tarefas no mundo real. Essa apresentação ludificada de conteúdo histórico teve apoio financeiro do Governo da Bahia e está disponível para Android e Windows. Às 17h na São Jogue (Av. Paulo VI, 1535, Pituba – Salvador, BA). Mais em https://www.facebook.com/sociedadenagoresgate/

 

 

#RebeldiasDoMes Número 9.

Participe: facebook.com/rebeludicos

Se ainda não é associado: rebel.org.br/rebele-se

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *