Rebeldias do Mês – junho/2018

As ambiguidades desta Copa

Por um lado, a ascensão de um projeto comercial internacional é evidente, com anúncios como o de que a Copa do Mundo de 2026 terá três sedes para abrigar seleções de futebol de 48 países (“Canada, Mexico and USA selected as hosts of the 2026 FIFA World Cup“). Por outro, internacionalmente espalham-se os escândalos relacionados à corrupção nesse esporte; no País do Futebol o interesse cultural do pelo torneio cai (“Desinteresse na Copa bate recorde e atinge 53% no país, mostra Datafolha“).  De um ponto de vista ludológico, pode-se dizer que testemunhamos uma época em que o futebol vive desequilíbrio entre ludus e paidiá (as regras, a seriedade do negócio ganhando peso, diversão e brinquedo do esporte perdendo importância).

A oposição entre regra e livre brincar, fartamente discutida a partir de clássicos como Huizinga e Caillois, é tratada nesses autores como sinal de crise civilizacional. Huizinga fala da seriedade que toma conta das civilizações em decadência; Caillois aponta a oposição entre o par de princípios competição e sorte, prezado pela racionalidade moderna, e o par vertigem e simulacro, denunciado em sua irracionalidade brincalhona. Nesse sentido, o futebol vive uma crise de amadurecimento.

De outra perspectiva, a tensão entre os que denunciam o papel político do circo futebolístico e aqueles que torcem apaixonadamente, visível nas redes sociais, revela a falência do papel identitário desse jogo (para pensarmos nas retóricas do brincar descritas por Sutton-Smith). A queda de importância do esporte na construção de uma identidade nacional enfraquece seu uso político, restando ao esporte seu devido lugar, como um dos passatempos mais desenvolvidos do planeta (a retórica do self, que enxerga o jogo como hobby, inclui o turismo de sofá e a coleção de figurinhas de cada interessado).

 

Dois jogos de futebol recomendados

Resultado de imagem para Futebox mitra

Futebox

Emilio Damiani Jr.

Mitra Oficina de Criação (http://www.mitrajogos.com.br/futebox)

Em época de Copa do Mundo, uma boa pedida é o jogo Futebox. A empolgação de uma partida de futebol, num jogo de tabuleiro simples, dinâmico e divertido. (Carlos Seabra)

Hattrick

Hattrick Ltd. (hattrick.org)

A FIFA bem que tentou de 2010 a 2013 (https://en.wikipedia.org/wiki/EA_Sports_FIFA_Superstars), mas jogo de administrar time é o Hattrick: uma experiência on-line multijogador mais refinada que o clássico Elifoot e sem pagar para ganhar. (Ernane Guimarães Neto)

 

Lançamento

Level hard – Pesquisando, criando e produzindo games no território brasileiro

Vicente Mastrocola
Ed. Autografia 
R$ 35
Mais conhecido como Vince Vader, o autor desenha o panorama do cenário de criação lúdica no Brasil.

Calendário

Em junho encerra-se a promoção de inscrição antecipada para o FAEL

26 a 30 – Glitch Mundo – Dos mesmos organizadores da Glitch Festa, ocorrida no SBGAMES, surge a mostra alternativa ao BIG (ver mais sobre o caso aqui), também com produção independente de jogos digitais. Mais informações: https://glitchmundo.github.io/main/

30.jun – Final da promoção de inscrição antecipada para o FAEL e o Concurso REBELDIAS. Inscrições até esse dia concorrerão a jogos. Faça a inscrição antecipada de seu jogo, brinquedo, narrativa ou artigo científico! Inscreva-se em http://rebel.org.br/pt/fael/

 

 

 

#RebeldiasDoMes Número 3.

Participe: facebook.com/rebeludicos

Se ainda não é associado: rebel.org.br/rebele-se

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *