Rebeldias do Mês – outubro/2018

O #FAEL5 já é o maior

Alguns dos artefatos que serão exibidos no V FAEL

A quinta edição do Fórum Acadêmico de Estudos Lúdicos é maior que as anteriores graças aos inscritos e convidados especiais que ajudaram a construir um recorde de modalidades. Os eventos incluem três mesas-redondas, duas oficinas, duas sessões técnicas, apresentações artísticas, um torneio de baralho e o Concurso Rebeldias aumentado. Desta vez, o concurso selecionou trabalhos em três categorias para exposição. Além disso, haverá mais exposição hors-concours este ano, com brinquedos selecionados.
O evento é gratuito e acondece de 18 a 20 de outubro na PUC-SP da rua Marquês de Paranaguá, 111, São Paulo, SP.
Ao final dos textos abaixo, sugerimos eventos do FAEL relacionados a cada assunto. A programação completa está em rebel.org.br/fael

Se já sabe o que pretende ver e ainda não se inscreveu, este é o endereço: https://goo.gl/forms/ckfn4R1DjOv5lbWU2

No FAEL:

Se não conhece a diretoria da REBEL, aproveite o evento para bater um papo! E reserve a data: nossa assembleia ordinária será a 24 de novembro, no período da manhã. Durante o FAEL teremos a confirmação do local!

 

Jogo de paródia política é investigado por racismo e injúria

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios abriu inquérito para investigar o jogo Bolsomito 2k18, que gerou polêmica por apresentar comicamente a violência contra minorias, frequentemente associada ao discurso de candidatos da política atual.
O inquérito invoca entre outras normas o Código Penal e o Marco Civil da Internet para enquadrar o jogo, o que põe novamente em debate os limites do humor e a responsabilidade ética dos desenvolvedores.
Os ânimos acirrados no processo eleitoral de 2018 influenciaram muitas criações lúdicas, provocações hilárias como a página Meu político de estimação, que faz a crônica dos acontecimentos recentes em bem-humorada linguagem de mangá. Aproveitando a oportunidade para discutir ludicamente política, a diretora da REBEL Pá Falcão apresentou ao público em setembro seu jogo de sociedade Letícia, que aborda a representatividade na democracia.

Recomendação de vídeo

Toda mídia é políticahttps://www.youtube.com/watch?v=ryz_lA3Dn4c
A série Extra Credits faz vídeos curtos, portanto superficiais, mas são cheios de informação. Neste episódio, o autor discute se é possível “extrair” a política dos jogos. Como apresenta didaticamente este vídeo, é impossível separar cultura de política. Os exemplos com Capitão América, Final Fantasy VII, Star Trek e outros situam muito bem seus argumentos.

No FAEL:

A mesa-redonda “Ludificação como distopia” (18.out., 19h) trará uma forte discussão sobre o mundo que queremos para a sociedade (no caso, por meio de exemplos do que não queremos). Não é disso que trata a política?

 

Quebra da Telltale Games: O que aprendemos?

Felipe Almeida

Em 21 de setembro, foi anunciada a demissão da maioria dos funcionários da desenvolvedora de jogos Telltale Games, famosa por criações como The Walking Dead e The Wolf Among Us. A desenvolvedora produz jogos com uma narrativa emocional e complexa, que forçam o jogador a ponderar suas escolhas com cuidado.

Derradeiro lançamento da franquia Walking Dead pela Telltale

É uma notícia triste para todos os apreciadores de narrativas lúdicas, mas o que profissionais que trabalham na área de jogos podem aprender com esse acontecimento? Entre outras coisas, podemos aprender sobre assumir riscos nessa indústria. Isso porque a Telltale Games entrou em processo de falência, em parte, pelos riscos que decidiu assumir e pelos riscos que não assumiu.

O primeiro jogo da série The Walking Dead (2012) foi um sucesso sem precedentes que colocou a empresa no radar de jogadores no mundo todo. Tamanho foi o sucesso que a empresa nunca mudou a fórmula para os jogos seguintes. Ao todo, foram 34 jogos em cerca de 14 anos de existência da empresa, sem mudar sua estratégia.

Como uma empresa pode publicar tantos jogos?

Essa velocidade de produção veio às custas do sobrecarregamento de funcionários, que precisavam madrugar para atender as demandas da empresa. A empresa também investiu milhões de dólares na aquisição de licenças para produzir jogos de franquias famosas como Game of Thrones, Jurassic Park e Batman. Esses são os riscos que a Telltale Games decidiu assumir. Em resumo, a Telltale Games cometeu os seguintes erros:

  • Nunca inovou a fórmula que usa em seus jogos.
  • Sobrecarregou seus funcionários.
  • Focou em quantidade de jogos em vez de qualidade.
  • Investiu na aquisição de licenças em vez de inovações lúdicas.

Ninguém pode acusar a empresa de não produzir jogos de excelente qualidade, mas após 34 jogos a velha fórmula estava desgastada. Investir recursos na aquisição de licenças de franquias famosas em vez de fomentar um ambiente de qualidade e inovação para seus funcionários foi o mais grave erro feito pela empresa.

No FAEL:

Os jogos com ênfase na narrativa são destaques da sessão técnica 1 (19.out, 13h), com “‘Choose your own adventure’: uma proposta de periodização para uma breve história dos gamebooks (1930 a 1990)”, de Allan Macedo de Novaes, e o relato de desenvolvimento do LARP “Apocalipse Zero”, de Christian Alexsander Martins.

Lançamento

Modelo utilizado em”River Attack”

River Attack
Immersive Games

A versão beta do jogo, que paga tributo a River Raid, estará aberta no Google Play no dia 16 de outubro. Mais em
https://www.facebook.com/immersivegame

No FAEL:

A Exposição Rebeldias tem lançamentos de desenvolvedores independentes como os da Immersive. Venha ver, jogar e conhecer criadores de 18 a 20 de outubro!

O jogo Amora, do estúdio Game e Arte, é um dos selecionados para a exposição durante o V FAEL

 

 

 

Calendário

Que tal montar uma caravana joe depois do FAEL?

18.out – No FAEL: a exposição começa de manhã e a programação continua à tarde com oficina (vagas limitadas), mas a abertura oficial acontece às 18h30, antes da primeira mesa-redonda.

19.out – No FAEL: a primeira sessão técnica acontece às 13h.

20.out – No FAEL: a programação começa às 9h e termina 16h, com o anúncio dos vencedores do Concurso Rebeldias!

20.out – Convenção Brajoes 2018 – Fãs de Comandos em Ação, GI Joe etc. podem sair juntos do FAEL rumo ao encontro de colecionadores. Será na livraria Omniverse – Rua Teodureto Souto, 624/630 – Cambuci, São Paulo.

23.out – Reescola: jogos de tabuleiro em sala de aula – Luiz Carneiro, colaborador do Games for Change América Latina, faz oficina para professores que desejam desenvolver jogos de tabuleiro por conta própria ou com o apoio dos alunos. Inscrições em https://www.cursos.lobocc.com.br/pagina-de-produto/reescola-jogos-de-tabuleiro-em-sala-de-aula

 

#RebeldiasDoMes Número 7.

Participe: facebook.com/rebeludicos

Se ainda não é associado: rebel.org.br/rebele-se

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *