Rebeldias do Mês – dezembro/2018

Prêmios lúdicos confirmam nomes fortes

Este jogo de faroeste foi um dos mais aguardados de 2018

Os prêmios dedicados aos jogos  em 2018 tiveram “barbadas” e nomes conhecidos, o que não significa necessariamente falta de inovação, mas talvez um mercado bem competitivo e maduro. Sobre a mesa, Azul coleciona admiradores desde muito antes de ser premiado em Essen e deve marcar o ano. Em meio eletrônico, a concorrência é mais plural, mas lançamentos esperados de marcas conhecidas deram o tom ao ano: God of War, Red Dead Redemption 2 e Super Mario Odissey são exemplos significativos.

Compilamos  abaixo, com a abordagem plural típica da REBEL,  algumas premiações lúdicas deste ano:

 

Concurso Jogo do Ano ou equivalente Categoria Família ou equivalente Outros prêmios
As d’Or – O Ás de Ouro, do Festival Internacional dos Jogos de Cannes, premia jogos de sociedade Azul, de Michael Kiesling – Os jogadores combinam pedras preenchendo uma tabela. O tema de azulejos portugueses fez sucesso internacionalmente

 

Nom d’un renard (Outfoxed!), de Marisa Peña, Shanon Lyon e Colt Tipton-Johnson – jogo cooperativo de dedução Categoria “Expert” – Terraforming  Mars, de Jacob Fryxelius – sucesso entre os fãs brasileiros mesmo antes do lançamento pela Meeple BR.
Spiel des Jahres (apresentado na feira Spiel, em Essen, Alemanha, dedicada a jogos de sociedade) Azul, de Michael Kiesling – Esse grande sucesso já foi lançado no Brasil, pela Galápagos

Funkelschatz, de Lena e Günter Burkhardt – jogo de habilidade manual e tática

Die Quacksalber von Quedlinburg, de Wolfgang Warsch – jogo de construção de baralho
Rebeldias
(apresentado no V Fórum Acadêmico de Estudos Lúdicos)
“Melhor jogo de sociedade” – Die die DIE!, de Romulo Marques e Carlos Couto – jogo de dados com peteleco!

“Melhor Jogo Eletrônico” –
Sword of Yohh, de Rômulo Gomes, Otávio Imon, Cinthya Kikuchi e Lucas Stannis – combate para até quatro jogadores na mesma máquina

Mais sobre o Consurso Rebeldias em http://rebel.org.br/pt/concurso-rebeldias/
BAFTA (O prêmio da Academia Britânica de Cinema e TV tem uma categoria para jogos eletrônicos ) What Remains of Edith Finch, Giant Sparrow/Annapurna Interactive – Este  jogo de exploração tem uma narrativa muito elogiada Super Mario Odissey, Nintendo

Categoria “Game Design” – Super Mario Odissey, Nintendo
Brazil Game Awards

(jogos eletrônicos)

Red Dead Redemption 2 , Rockstar Games Super Mario Party, NDcube/Nintendo “Jogo Brasileiro do Ano” – Dandara, Long Hat House/Raw Fury

BIG Festival (jogos eletrônicos independentes) Frostpunk, 11 bit Studios – jogo de administração (civilização) “Melhor Jogo Infantil” – Fofuuu, Fofuuu Soluções – jogo de desenvolvimento fonoaudiológico “Melhor Jogo Brasileiro” – No Heroes Here, Mad Mimic Interactive
IGN (o portal de notícias sobre jogos eletrônicos indicou finalistas para jogo do ano) Indicados: Assassin’s Creed Odyssey, Astro Bot Rescue Mission, Celeste, Dead Cells, Forza Horizon 4, God of War, Marvel’s Spider-Man, Monster Hunter: World, Red Dead Redemption 2, Return of the Obra Dinn, Super Smash Bros. Ultimate e Tetris Effect A premiação também tem uma categoria voto popular

 

Indústria de jogos digitais cresce em todas as regiões

Imagem extraída do II Censo da Indústria Brasileira de Jogos Digitais

O 2º Censo da Indústria Brasileira de Jogos Digitais, patrocinado pelo Ministério da Cultura (MinC) e pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), mapeou o setor por meio de questionários aplicados no primeiro semestre de 2018.

Desde o primeiro censo, em 2014, o número de empresas desenvolvedoras identificadas passou de 142 para 375, um aumento de 164%. Dessas 375 empresas, 276 são formalizadas. Apesar de os estúdios ainda se concentraram no Sul e no Sudeste, as regiões Norte e Centro-Oeste foram as que apresentaram o maior crescimento proporcional. O censo está disponível neste endereço: https://nuvem.cultura.gov.br/index.php/s/mdxtGP2QSYO7VMz

REBEL institui categoria de associado estudante

Na assembleia geral de 24 de novembro, a Rede Brasileira de Estudos Lúdicos decidiu o  novo valor para a anuidade dos associados, válido a partir de 1 de janeiro: R$ 130. Decidiu-se pela criação da categoria estudante, que permite ao associado que comprovar vínculo com instituição acadêmica o pagamento de metade da anuidade.

Outra decisão da assembleia foi abrir a REBEL a sugestões de sede para o FAEL. Se sua escola, associação ou instituição dispõe de espaço e tem público interessado em nosso encontro cultural e científico, entre em contato enviando sua sugestão e responderemos!

Para se associar à REBEL ou renovar sua anuidade, visite o endereço http://rebel.org.br/pt/rebele-se. Pague por depósito em conta ou PagSeguro. Se precisa atualizar seus dados, por favor escreva para nós.

Festival Games for Change discute guerra cultural

O VI Festival Games for Change América Latina aconteceu de 30 de novembro a 8 de dezembro em diversos endereços de São Paulo. O evento, dedicado a jogos de impacto e cultura lúdica, teve nesta edição o tema “Conflitos globais, jornalismos locais”. Dois diretores da REBEL foram convidados a participar da programação: Ernane Guimarães Neto participou das mesas “Logos X Jogos: Roda de Conversa sobre Filosofia, Epistemologia, Transdisciplinaridade” (6.dez) e  “A notícia que virou jogo e a memória social” (30.nov). Nesta mesa, teve a companhia de Pá Falcão, que falou sobre o papel do lúdico na percepção da realidade. Pá também ministrou a oficina Jogos Analógicos para uma Cultura de Paz (7.dez). Registros do evento e mais informações: https://www.facebook.com/g4cal/

 

Lançamento

Arts – Special Issue “Gaming and the Arts of Storytelling”
MDPI

Esta revista digital, de acesso gratuito,  dedica-se em geral às artes visuais e performáticas. Os jogos digitais como meio são o foco desta edição especial: https://www.mdpi.com/journal/arts/special_issues/gaming_and_storytelling

Calendário

As festas de fim de ano fazem muitos eventos lúdicos ficarem concentrados neste fim de semana. Conseguirá o ludófilo participar de vários deles? Alguns destaques:

15.dez – 7a. Joga REBEL – Associados REBEL e amigos estão convidados a mais uma reunião social!  Vamos comemorar as realizações da associação em 2018 a partir das 15h. Se você não sabe onde será, pergunte a um associado ;^)

15.dez – Pré-inauguração JogaSampa – O evento ganhou lugar próprio.  A nova sede do JogaSampa define-se também como “loja física de jogos de Tabuleiros Modernos, RPG e Card Games”.  Das 12h às 20h na Alameda dos Anapurus, 1664, Moema – São Paulo. https://www.facebook.com/events/2210254315672037/

15 e 16.dez – Ressaca Friends 2018 – O universo dos animês é aqui representado em cosplay, bandas e dubladores, entre outras atrações. Centro de Eventos Pro Magno (Av. Profa. Ida Kolb, 513 – São Paulo). Sítio oficial:  https://ressacafriends.com.br/

16.dez – RPG Solidário – A iniciativa proporciona a experiência de jogos de interpretação para menores de idade em situação de risco social. Esta edição do evento é aberta a um público mais amplo e aos jogos de mesa em geral. Na Game of Boards (Rua Benjamin Constant, 48, Glória – Rio de Janeiro), das 10h às 17h. https://www.facebook.com/events/184798695759604/

16.dez – Lançamento de Sociedade NagôO aplicativo Sociedade Nagô – O resgate combina jogo virtual e tarefas no mundo real. Essa apresentação ludificada de conteúdo histórico teve apoio financeiro do Governo da Bahia e está disponível para Android e Windows. Às 17h na São Jogue (Av. Paulo VI, 1535, Pituba – Salvador, BA). Mais em https://www.facebook.com/sociedadenagoresgate/

 

 

#RebeldiasDoMes Número 9.

Participe: facebook.com/rebeludicos

Se ainda não é associado: rebel.org.br/rebele-se

Rebeldias do Mês – junho/2018

As ambiguidades desta Copa

Por um lado, a ascensão de um projeto comercial internacional é evidente, com anúncios como o de que a Copa do Mundo de 2026 terá três sedes para abrigar seleções de futebol de 48 países (“Canada, Mexico and USA selected as hosts of the 2026 FIFA World Cup“). Por outro, internacionalmente espalham-se os escândalos relacionados à corrupção nesse esporte; no País do Futebol o interesse cultural do pelo torneio cai (“Desinteresse na Copa bate recorde e atinge 53% no país, mostra Datafolha“).  De um ponto de vista ludológico, pode-se dizer que testemunhamos uma época em que o futebol vive desequilíbrio entre ludus e paidiá (as regras, a seriedade do negócio ganhando peso, diversão e brinquedo do esporte perdendo importância).

A oposição entre regra e livre brincar, fartamente discutida a partir de clássicos como Huizinga e Caillois, é tratada nesses autores como sinal de crise civilizacional. Huizinga fala da seriedade que toma conta das civilizações em decadência; Caillois aponta a oposição entre o par de princípios competição e sorte, prezado pela racionalidade moderna, e o par vertigem e simulacro, denunciado em sua irracionalidade brincalhona. Nesse sentido, o futebol vive uma crise de amadurecimento.

De outra perspectiva, a tensão entre os que denunciam o papel político do circo futebolístico e aqueles que torcem apaixonadamente, visível nas redes sociais, revela a falência do papel identitário desse jogo (para pensarmos nas retóricas do brincar descritas por Sutton-Smith). A queda de importância do esporte na construção de uma identidade nacional enfraquece seu uso político, restando ao esporte seu devido lugar, como um dos passatempos mais desenvolvidos do planeta (a retórica do self, que enxerga o jogo como hobby, inclui o turismo de sofá e a coleção de figurinhas de cada interessado).

 

Dois jogos de futebol recomendados

Resultado de imagem para Futebox mitra

Futebox

Emilio Damiani Jr.

Mitra Oficina de Criação (http://www.mitrajogos.com.br/futebox)

Em época de Copa do Mundo, uma boa pedida é o jogo Futebox. A empolgação de uma partida de futebol, num jogo de tabuleiro simples, dinâmico e divertido. (Carlos Seabra)

Hattrick

Hattrick Ltd. (hattrick.org)

A FIFA bem que tentou de 2010 a 2013 (https://en.wikipedia.org/wiki/EA_Sports_FIFA_Superstars), mas jogo de administrar time é o Hattrick: uma experiência on-line multijogador mais refinada que o clássico Elifoot e sem pagar para ganhar. (Ernane Guimarães Neto)

 

Lançamento

Level hard – Pesquisando, criando e produzindo games no território brasileiro

Vicente Mastrocola
Ed. Autografia 
R$ 35
Mais conhecido como Vince Vader, o autor desenha o panorama do cenário de criação lúdica no Brasil.

Calendário

Em junho encerra-se a promoção de inscrição antecipada para o FAEL

26 a 30 – Glitch Mundo – Dos mesmos organizadores da Glitch Festa, ocorrida no SBGAMES, surge a mostra alternativa ao BIG (ver mais sobre o caso aqui), também com produção independente de jogos digitais. Mais informações: https://glitchmundo.github.io/main/

30.jun – Final da promoção de inscrição antecipada para o FAEL e o Concurso REBELDIAS. Inscrições até esse dia concorrerão a jogos. Faça a inscrição antecipada de seu jogo, brinquedo, narrativa ou artigo científico! Inscreva-se em http://rebel.org.br/pt/fael/

 

 

 

#RebeldiasDoMes Número 3.

Participe: facebook.com/rebeludicos

Se ainda não é associado: rebel.org.br/rebele-se

Assembleia REBEL – 3.fev.2018

Assembleia REBEL – 3.fev.2018

Assembleia REBEL: dia 3 de fevereiro, às 10h, na PUC-SP (rua Marquês de Paranaguá, 111)

Tragam seus projetos lúdicos!

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Em nome da diretoria da Rede Brasileira de Estudos Lúdicos, convoco os associados a se reunirem em Assembleia Geral Ordinária, nos termos do artigo 14, parágrafo primeiro, do estatuto desta associação.
A assembleia ocorrerá no dia 3 de fevereiro de 2018, no campus Consolação da PUC-SP (rua Marquês de Paranaguá, 111  Consolação, São Paulo, SP  sala 201 do prédio 2). Inicia-se às 10h com dois terços dos associados ou em segunda convocação, com qualquer quórum, às 10h30 no
mesmo endereço. Deliberaremos sobre a ordem do dia:
a) Preenchimento de cargos em aberto: secretário da diretoria e dois conselheiros fiscais.
b) Escolha da sede do V FAEL.
c) Comunicação sobre a mudança de endereço da REBEL.
d) Debates e deliberações sobre outros temas relevantes para a associação.
Os associados poder-se-ão representar por mandatários, observadas as restrições legais, munidos de procuração entregue à secretaria da assembleia.

São Paulo, 15 de janeiro de 2018.

Ernane Guimarães Neto
Presidente da REBEL

CCXP Tour acontece em Recife

A CCXP faz um tour de hoje a domingo, 13 a 17/04, pelo Nordeste, em Recife, que promete apresentar diversas atrações que vão deixar fãs e simpatizantes vidrados. A REBEL tá de olho!

Tom Pelphrey – Punho de Ferro

Composto pelas áreas de Cinema e TV, HQ e Livros, e Cosplay, a Comic Con Experience, CCXP Tour 2017, as atrações vão desde atores de sucesso por atuar em séries como Punho de Ferro, Sense8 e Big Bang Theory, a quadrinistas, youtubers e cosplayers conhecidos.

Jose Luis García López – Quadrinista

Haverá também sessões de autógrafos em livros de HQ no Artist’s Alley [beco do artista] e concurso de Cosplay.

Heidi Mae – Cosplayer